Doudo Sonhar

Que estranhos sêres
plenos de alogia
são esses sêres,
extrapolando os limites do meu dia.

Que estranho dia
tão cinzento, tão frio
revestido de melancolia,
dentro tão seco e vazio.

Que estranho tempo.
O crepúsculo lento
logo vai embora,

o poente já não se demora,
apenas o doudo sonhar
fazendo piruetas no ar...

Ana Pires Brandau

Exibições: 7

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Ana Pires Brandau em 25 maio 2017 às 8:30

Obrigada, Angela! Beijo ;)

Comentário de Angela Regina Lazzari em 19 maio 2017 às 13:13

Que lindo Ana! Adorei! Beijos.

Editora Casa da Poesia

...Dia 25/08 - Lançamento...

......Antologia - Volume 5......

Livros à Venda
CLIQUE AQUI

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

CLIQUE AQUI

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo